home login search menu close-circle arrow-dropdown-up arrow-dropdown arrow-down arrow-up close hide show info jump-link play tip external fullscreen share view arrow-cta arrow-button button-dropdown button-download facebook youtube twitter tumblr pinterest instagram googleplus linkedin email blog lock pencil alert download check comments image-carousel-arrow-right show-thick image-carousel-arrow-left user-profile file-upload-drag return cta-go-arrow-circle circle circle-o circle-o-thin square square-o square-o-thin triangle triangle-o triangle-o-thin square-rounded square-rounded-o square-rounded-o-thin cta-go-arrow alert-exclamation close-thick hide-thick education-students globe-international cloud sign-in sign-out target-audience class-materials filter description key-learning pdf-file ppt-file zip-file plus-thick three-circle-triangle transcript-outline

Keyboard ALT + g to toggle grid overlay

EXPANSÃO

Canal do Panamá

É reconhecido como uma das sete maravilhas do mundo moderno. Um século após ser aberto pela primeira vez, o Canal do Panamá continua a ser um atalho fundamental para o comércio global, mas atualmente quase metade da frota internacional de navios de carga são muito grandes para o canal.

Neste ano, o projeto da MWH Global vai resolver isso.

compartilhe essa história:      

Reproduzir vídeo

As imagens são uma cortesia da Radiant Features

 

 

UM
PROJETO
MONUMENTAL

 

Em 2009, a empresa de engenharia MWH Global começou um dos maiores e mais ambiciosos projetos de construção no mundo: a expansão do Canal do Panamá.

O novo projeto quase triplica a capacidade de navios no canal. É uma expansão espetacular. O megaprojeto de US$ 6 bilhões, com inauguração prevista para este ano, utiliza o equivalente em aço a 26 Torres Eiffel, e concreto suficiente (190.000 toneladas) para criar uma cidade inteira.

Perguntas comuns

 

Perguntas comuns

O que é o Canal do Panamá?

Uma passagem de 48 milhas que conecta o oceano Atlântico e o Pacífico

Por que o Canal do Panamá foi construído?

Para transportar mercadorias de um oceano para o outro de foma rápida, segura e barata

Quem construiu o Canal do Panamá?

Após uma tentativa da França no fim do século 19, os EUA o construíram de 1904 a 1914

 

US$ 1,8 bilhão

VALOR COLETADO EM PEDÁGIO ANUALMENTE

 

140

NÚMERO DE ROTAS COMERCIAIS SERVIDAS

 

MAIS DE 1 MILHÃO

NÚMERO DE NAVIOS QUE ATRAVESSARAM O CANAL DESDE SUA INAUGURAÇÃO

 

8-10 HORAS

O NÚMERO DE HORAS NECESSÁRIO PARA A ATRAVESSAR

O DESAFIO

O Canal do Panamá se eleva até 85 pés acima do nível do mar. A altura de um prédio de nove andares.

Para atravessar o canal, um navio entra em um bloqueio (imagine um elevador de barcos gigante). Após entrar no bloqueio, a água de um lago artificial é bombeada para o bloqueio, erguendo o navio. A embarcação então atravessa o canal e é trazida de volta ao nível do mar através de bloqueios na outra extremidade do canal.

Será uma verdadeira façanha do setor de engenharia e construção erguer os enormes navios modernos (com mais de 1.000 pés de comprimento e 40 pés de altura), — nos bloqueios do canal e, em seguida, retorná-los para o oceano, sem danificar as redondezas. A MWH Global aceitou o desafio.

PACÍFICO

LAGO GATUN
26 m / 85 pés

ATLÂNTICO

Foto cortesia da Autoridade de Canal do Panamá

O PROJETO

Expandir os canais existentes:
Alargar em 21.3 m/70 pés
Aprofundar em 5.4 m/18 pés
Alongar em 121 m/400 pés

 

Criar um novo canal, com três novas câmaras de bloqueio de cada lado

 

Elevar o nível de funcionamento máximo do Lago Gatun, a principal fonte de água para os bloqueios

Foto cortesia da Autoridade de Canal do Panamá
Foto cortesia da Autoridade de Canal do Panamá
UMA CORRIDA
CONTRA A REALIDADE

Quantos engenheiros são necessários para alterar um canal? Mais de 400, todos sob pressão, para seguir a risca o plano cronológico.

Com um projeto desta escala e urgência, o trabalho precisou ser desenvolvido em várias frentes ao mesmo tempo. A escavação teve de ser iniciada mesmo antes da conclusão dos projetos. Usando softwares de engenharia civil e de modelagem de informação da construção, a equipe da MWH Global mapeou o local e detectou possíveis interferências críticas, economizando milhares de horas de trabalho e milhões de dólares.
 

ENGENHEIROS NO PROJETO

 

PÉS CÚBICOS DE TERRA ESCAVADOS

 

ALTURA DE CADA BLOQUEIO

 

PROFUNDIDADE DOS CANAIS

"O desafio mais difícil era atender aos requisitos de alto desempenho do projeto. Este é o Canal do Panamá. Não havia margem para erros. E o tempo estava passando".

— Mike Newbery, Gerente do projeto, MWH Global

Illustration of boat in canal
Illustration of boat in canal

UM FUTURO MAIS SUSTENTÁVEL

Um projeto com estas dimensões também pode ser minimalista?

Tinha que ser. O lago Gatun não só ajuda a operar os bloqueios, ele também é a principal fonte de água potável do Panamá. Com tanta água fresca sendo utilizada pelo canal, a MWH Global precisava encontrar uma forma de expandir a passagem, o que usaria muito mais água, usando consideravelmente menos de água.

Como eles fizeram?

Ao instalar três novos sistemas de armazenamento de água (os maiores do mundo), a MWH gGobal será capaz de:

RECICLAR 60% DA ÁGUA UTILIZADA NA BLOQUEIOS
REDUZIR O CONSUMO DE ÁGUA EM 7%, MESMO QUE OS NOVOS BLOQUEIOS SEJAM 50% MAIORES DO QUE OS ORIGINAIS
DOBRAR A CAPACIDADE DO CANAL AO AUMENTAR A REUTILIZAÇÃO DE ÁGUA
... e deixar um monte de panamenses satisfeitos.

UM MUNDO
DE DIFERENÇA

Quando foi construído pela primeira vez, o Canal do Panamá alterou o mundo do comércio. Graças à MWH Global, isso acontecerá novamente.

A expansão do Canal do Panamá é um projeto internacional com diversas ramificações locais. Estima-se que a economia panamense cresça oito vezes até 2025. Mas o impacto será sentido muito além do Panamá.

Navios maiores precisam de portos maiores. Mais carga significa mais empregos. O custo de envio internacional será reduzido, enquanto o fluxo de produtos, grãos e recursos naturais será aumentado no mundo todo.

Um futuro mais próspero para a região e para o mundo, tornado possível pela interseção de design, tecnologia e colaboração entre organizações multinacionais. Esta é a nova ordem mundial? Fique de olho, mas enquanto isso, bem-vindo ao futuro da criação das coisas.

 

Saiba mais sobre alguns dos produtos da MWH Global usados no projeto de expansão do Canal do Panamá

 

Compartilhe esta história: