• Brasil

    Nós o redirecionamos para uma página equivalente no nosso site local onde você pode ver preços e promoções locais e fazer compras on-line.

    Stay on our U.S. site

Keyboard ALT + g to toggle grid overlay

Matt Fajkus Architecture

A empresa sediada em Austin usa estratégias sustentáveis para capacitar o cliente e direcionar o projeto

HISTÓRIA DE SUCESSO DO CLIENTE DO AUTOCAD

Compartilhe esta história

Add/Subtract House projetada pela Matt fajkus Architecture. Cortesia de Charles Davis Smith.

Encontrando o verdadeiro foco para um design de sucesso

Para a Matt Fajkus Architecture, projetos preconcebidos e aderência a uma estética simplesmente não são opções. A empresa é impulsionada pela filosofia de que o próprio site, o cliente, as metas e a sustentabilidade proporcionam os melhores resultados, sejam residenciais ou comerciais. Dois projetos habitacionais demonstram sua filosofia, tudo com a ajuda do AutoCAD para enfrentar os desafios de códigos, construção e "opcionais".

Alcançando metas de design com desafios inerentes

Com base em Austin, Texas, a Matt Fajkus Architecture (MF Architecture) está comprometida a causar um impacto positivo nos níveis global e local. De acordo com estimativas da US Census Bureau, a população da área metropolitana de Austin incorpora mais de 151 pessoas por dia. A crise imobiliária é severa, e a MF Architecture se esforça para descobrir e construir em locais que outras pessoas não quiseram devido a dificuldades ou restrições. Ao mesmo tempo, princípios de design sustentável – incluindo estratégias de eficiência energética, iluminação natural passiva e escolhas de materiais inteligentes – são fundamentais.

Sala de estar e sala de jantar na Add/Subtract Home.
Sala de estar e sala de jantar na Add/Subtract Home. Cortesia de Charles Davis Smith.

"Deixamos o local dar as informações sobre o nosso projeto", diz Sarah Johnson, arquiteta principal da MF Architecture. "Como o edifício se encaixa bem no local em termos de orientação solar ou brisas? Como podemos construir ao redor de árvores existentes? Queremos encontrar maneiras de resolver com inteligência estas questões: manter a árvore, encontrar a metragem quadrada do prédio e realmente criar algo que seja muito especial, único e sustentável que, de outra forma, não teríamos projetado sem essas circunstâncias locais".

E, com o AutoCAD, a empresa pode conseguir isso.

Muito estreito? Sem problemas.

Os princípios fundamentais da prática estão perfeitamente em exibição com a Add/Subtract House, em Austin. Foi apresentada à MF Architecture uma infinidade de desafios para a nova construção de uma casa: códigos rígidos no terreno com limitações na construção para evitar enchentes, um bairro denso, restrições orçamentárias e o desejo do cliente de um visual progressivo.

"Ficou claro que, devido à geometria do terreno, não teríamos um quintal muito grande", diz Matt Fajkus, fundador e diretor da MF Architecture. "Percebemos que precisava ser uma casa longa e linear com uma garagem para dois carros (exigência do cliente) bem na frente da casa e precisava focar em trazer luz".

Exterior da Add/Subtract House.
Exterior da Add/Subtract House. Cortesia de Charles Davis Smith.

A rapidez no design atual e na "engenharia de opções" com a avaliação de muitas opções foram enormes benefícios para o avanço do projeto. Atalhos de teclado no AutoCAD ajudaram imensamente a equipe a elaborar o design com rapidez e eficiência. "Queremos que nossos clientes estejam envolvidos no processo e façam parte da equipe no desenvolvimento do prédio", diz Johnson. "Isso acontece dando a eles opções e permitindo que deem opiniões. E isso seria muito difícil se precisássemos trabalhar manualmente. Ter ferramentas como o AutoCAD para simular rapidamente várias variações de um desenho é muito útil".

O design em si tornou-se um ato de adição e subtração, daí o nome Add/Subtract House. "Nós empurramos e puxamos determinados volumes para fora", diz Fajkus. "O espaço da sala de jantar foi estendido para fora, criando a definição do ambiente externo. Então nós empurramos para dentro no local da escada para trazer luz àquela parte. Houve alguns movimentos que estavam apenas adicionando e subtraindo do volume ou massa total da casa em diferentes áreas". Além disso, cada cômodo da casa recebe luz natural de pelo menos dois lados, reduzindo drasticamente a necessidade de luz elétrica.

Quintal da Add/Subtract House.
Exterior da Add/Subtract House. Cortesia de Charles Davis Smith.

Terreno triangular? Também não é um problema.

Para a Interlock House, a MF Architecture enfrentou um desafio diferente: adicionar uma metragem quadrada a uma casa desatualizada dos anos 1950 em um terreno triangular de esquina. Naturalmente, a equipe de design queria fazer algo interessante e funcional para o proprietário também.

"Realmente precisávamos responder ao local e ao que ele poderia oferecer, sempre pensando em como capturar vistas diretas e indiretas, luz direta e luz indireta", diz Fajkus. "Foi literalmente uma chance de dar uma nova vida a essa estrutura que não estava funcionando não apenas para os proprietários, mas também para a vizinhança. Era bastante pequena em relação a todas as casas comparáveis e suas características contrastavam com as das demais casas".

Exterior da Interlock House
Exterior da Interlock House. Cortesia de Charles Davis Smith.

David Birt era o principal responsável pela Interlock House da MF Architecture e, mesmo com uma variação especial e permissão do Conselho de Ajuste da Prefeitura, a empresa poderia adicionar apenas 500 pés quadrados à residência original de 800 pés quadrados. Isso significava um tanto de engenharia de opções para encontrar a função, a experiência e a circulação certas. E, em termos de sustentabilidade, a empresa acrescentou claraboias cuidadosamente posicionadas, janelas de clerestório e portas e janelas de vidro de altura total adjacentes a beirais e ressaltos para proteção contra a luz solar excessiva e ganho solar. Além disso, as escolhas de cores e tons dos materiais, feitas em conjunto com Katie Marye, do Studio Tupelo, foram intencionalmente brilhantes para refletir a luz do dia direta e indireta em torno dos espaços.

"O fluxo funcional foi criado para que você entre por uma servidão ao lado da propriedade e, em seguida, entre na sala de jantar que funciona como um vestíbulo e um foyer", diz Fajkus. "Quando você entra na sala de estar e anda por trás do sofá, ela serve como um espaço funcional onde está a porta de celeiro e o pequeno nicho para um escritório. Isso leva a um corredor pequeno, mas naturalmente iluminado. O objetivo era fazer uma série de movimentos de design mínimos, porém inteligentes, para obter o máximo de ganho possível pelo proprietário, mas em um terreno muito restrito em que não poderíamos ter mais do que 1.300 pés quadrados conforme o plano diretor.

Projeto de casa do AutoCAD e modelo físico
Design para a Interlock House. Cortesia de Matt fajkus Architecture.

"Analisamos uma opção de dois andares em um ponto, mas a escada ocupou muito espaço", continua. "Então começamos a observar as outras opções. Em forma de esboço, na forma de modelo físico e no AutoCAD, conseguimos criar essas opções, discutir os prós e contras de cada uma com o proprietário e os empreiteiros e, essencialmente, chegar a decisões que funcionassem para todos".

Lidando com planos diretores e desafios de construção com a ajuda do AutoCAD

Projetando com o AutoCAD, a equipe conseguiu alcançar a precisão necessária para atender às demandas do plano diretor e da construção real de ambos os projetos. O arquiteto principal David Birt dirige o setor de controle de qualidade da prática, entre outras funções, e considera rotineiramente as melhores práticas para produção de desenhos analógicos e digitais, tudo a serviço de um bom design.

Sala de estar e espaço funcional na Interlock House.
Sala de estar e espaço funcional na Interlock House. Cortesia de Charles Davis Smith.

"Quando calculamos a área do local, é útil poder desenhar uma polilinha e armazená-la em uma camada desativada", diz Johnson. "Muitas vezes estamos construindo até o pé quadrado. Assim, mesmo durante a construção, podemos retirar a polilinha e mostrar ao contratante que não se pode fazer algo como adicionar uma passagem extra pavimentada porque alocamos tudo e atingimos nosso limite".

"Em relação a poder responder a avaliações de revisores e atualizar desenhos rapidamente, é essencial ter um conjunto de desenhos limpos, em que tudo é dividido em camadas, para que se possa isolar e alterar certas coisas", acrescenta Fajkus. "Isso certamente é um aspecto do uso do AutoCAD na cidade de Austin, sabendo que geralmente é preciso fazer algum trabalho para modificar o design de seus desenhos com base nos comentários da cidade.

Sala de estar e espaço funcional na Interlock House.
Sala de estar e espaço funcional na Interlock House. Cortesia de Charles Davis Smith.

"Mesmo sendo familiar com os códigos, eles ainda mudam com bastante frequência, e às vezes sem aviso prévio", continua. "A mudança é uma parte necessária de qualquer conjunto de desenhos. E não apenas no processo de design, mas também no processo de licenciamento para fazer com que ele passe pelas aprovações. Poder ter um software como o AutoCAD, que permite uma rápida modificação por meio do gerenciamento de camadas, é especialmente importante".

Descubra o poder do AutoCAD

Acelere e simplifique seu fluxo de trabalho com uma assinatura para o AutoCAD, incluindo conjuntos de ferramentas especializados.

Compartilhe esta história