Crie projetos inovadores sem a necessidade de reinventar a roda

Dê à sua equipe as ferramentas de reutilização adaptativa de que elas precisam para projetar e criar um mundo melhor para todos.

Crédito da imagem. 311 Third, Lake | Flato, Imagem por Robert G. Gomez

O que é reutilização adaptativa na arquitetura?

Em 2040, dois terços das construções urbanas globais serão formados por edifícios que já existem hoje. As oportunidades para entregar projetos de reutilização adaptativa e reforma eficientes e sustentáveis são obscurecidas por condições cada vez mais complexas no local, custos excessivos e cronogramas apertados, que continuam a ser um dos desafios mais difíceis para os projetistas atualmente.

A Autodesk fornece uma solução integrada, concebida para dar suporte ao ciclo de vida dos seus projetos de reutilização adaptativa. Desde a documentação para construção nas fases iniciais do projeto até a construção propriamente dita e as operações, os produtos da Autodesk permitem entregar projetos de reforma com mais eficiência, ajudando você a cumprir os prazos e ficar dentro do orçamento.

Como a Autodesk ajuda com projetos de reutilização adaptativa?

Visualização de projeto

Análise ambiental rápida

O Autodesk Forma é um software baseado na nuvem para planejamento e projeto nos estágios iniciais. Descubra o potencial do seu canteiro de obras existente e seus arredores em tempo real com análises baseadas em IA para fatores-chave, como energia solar, energia eólica, energia operacional, potencial de luz natural, ruído, microclima e muito mais. Maiores insights sobre as condições iniciais do seu local podem ajudar a gerar melhores resultados sustentáveis e de negócios.


Imagem gentilmente cedida pela 311 Third, Lake|Flato

Visualização de projeto

Use o BIM para tomar decisões de projeto

Ao reaproveitar uma construção existente, é essencial ter uma compreensão precisa de suas características e atributos originais e registrar digitalmente essas informações para planejamento e projeto. Esse conhecimento permite que arquitetos e projetistas façam escolhas bem fundamentadas durante todo o processo de projeto. Com o BIM, é possível desenvolver um modelo digital abrangente da construção existente, capaz de incorporar sistemas arquitetônicos, estruturais, mecânicos e elétricos.

Visualização de projeto

Gere modelos de BIM com mais rapidez

Técnicas avançadas, como varreduras a laser, podem ajudar a gerar um modelo digital, fornecendo uma representação complexa das condições atuais da construção. Esta documentação detalhada desempenha um papel fundamental em projetos de reutilização adaptativa, garantindo uma compreensão precisa dos atributos exclusivos da construção efacilitando sua preservação.

Visualização de projeto

Use arquivos de projeto existentes para colaborar rapidamente

Com o Autodesk AutoCAD,você pode começar com projetos existentes, impressos ou em outros formatos digitais (PDF, JPG e PNG), e incorporar rapidamente o feedback de colaboradores usando recursos de aprendizado por máquina que economizam o seu tempo. Os recursos Importação de revisões e Assistente de marcas de revisão podem identificar texto manuscrito, converter texto de instruções, adicionar objetos e remover objetos com tachados usando arquivos de marcas de revisão importados.

Quais são os benefícios do software Autodesk para projetos de reutilização adaptativa?

Minimize erros e o retrabalho

Capture o contexto da construção e do local no início dos seus projetos, reduzindo os riscos por meio de uma compreensão melhor das condições existentes. Transforme suas nuvens de pontos e dados de fotogrametria em modelos detalhados com abundância de dados e com a precisão necessária para evitar erros de campo e retrabalho.

Melhore a colaboração

Assuma o controle total do seu processo de documentação e projeto em fases com fluxos de trabalho de CAD e BIM avançados. Com base em um modelo inteligente e habilitado pela plataforma de nuvem, o BIM integra dados multidisciplinares estruturados para produzir uma representação digital dos dados de projeto existentes e propostos, permitindo que sua equipe crie e compartilhe informações em tempo real, em qualquer lugar e com praticamente qualquer dispositivo.

Obtenha resultados sustentáveis

Otimize os requisitos de desempenho do seu projeto com as ferramentas da Autodesk para iluminação natural e análise de energia de toda a construção, ajudando você a criar locais mais saudáveis, resilientes e sustentáveis para morar e trabalhar.

Explore projetos de reforma e reutilização adaptativa

O projeto de reutilização adaptativa da Lake|Flato incorpora sustentabilidade

O projeto de reutilização adaptativa do escritório de arquitetura sustentável Lake|Flato transformou uma construção de 100 anos em uma nova sede com design moderno e inovador.

Crédito da imagem. 311 Third, Lake|Flato, Imagem por Robert G. Gomez

Projeto de reutilização adaptativa do Building 12

O Building 12, uma antiga fábrica de casco de navios da Segunda Guerra Mundial, foi escolhido para ancorar o Píer 70 de pouco mais de 11 hectares em São Francisco como um exemplo de reutilização adaptativa de construção.

 

Imagem gentilmente cedida pela Perkins&Will

Verde, divino verde! Reforma ecológica de uma monstruosidade de meados do século em Champanhe, França

Em vez de demolir uma estrutura condenada para começar do zero, uma empresa em Champagne, França, optou por uma reforma ecológica: mantendo-se fiel ao espírito sustentável da região.

 

Nosso software para projetos de reforma e reutilização

Planeje, projete, construa e gerencie edifícios com poderosas ferramentas de modelagem de informações de construção (BIM).


Ferramentas avançadas de BIM e CAD para projetistas, engenheiros e contratados, incluindo o Revit, o AutoCAD, o Civil 3D, o Autodesk Forma e muito mais


Softwares e serviços de captura da realidade e digitalização 3D


Recursos para ajudar você a começar seu próximo projeto de reutilização adaptativa

Pessoas se reúnem em uma sala grande e espaçosa

Artigo do Design & Make

Como a reutilização adaptativa dá um novo sopro de vida para edifícios extintos

Explore 10 exemplos de reutilização adaptativa em ação, trazendo novos valores e propósitos para construções abandonadas e em ruínas.

 


Cortesia da Ford Motor Corporation.

Um edifício coberto de vegetação

WHITEPAPER

Sustentabilidade

Com as informações orientadas por dados do Autodesk Forma na ponta dos seus dedos, você toma decisões mais rápidas e inteligentes que refinam seus resultados em termos de sustentabilidade.

 


311 Third Lake|Flato, Image Robert G Gomez

duas caixas com bordas destacadas em roxo

Artigo da Ajuda do Revit

Fluxos de trabalho de definição de fases no Revit

O recurso de definição de fases do Revit oferece suporte ao seu projeto de modernização, organizando o design em estágios cronológicos e com visualizações de elementos existentes versus novos para proporcionar maior clareza.


Mais soluções para arquitetos

Três pessoas sentam-se em uma mesa trabalhando em laptops e fazendo anotações em notebooks.

Seja mais produtivo

Conecte equipes, processos e dados com a ajuda de um ambiente de dados compartilhados. Crie colaborativamente em tempo real, melhore a coordenação entre equipes e simplifique o intercâmbio de dados para que todos estejam na mesma página e trabalhem com eficiência.


Um horizonte de construções arranha-céu da cidade à noite e todos iluminados. Algumas das luzes das construções são mostradas cintilando no céu noturno.

Entregue projetos digitalmente desde o primeiro dia

O Autodesk Forma ajuda as equipes de planejamento e projeto a tomar decisões rápidas e inteligentes que melhoram os resultados de sustentabilidade e dos negócios. Use recursos de projeto conceitual, análises baseadas em IA e automações para criar bases sólidas para os seus projetos.


Uma vista interna de um depósito vazio com linhas detalhadas que representam a análise da estrutura interna

Melhore a qualidade do projeto com o BIM

Explore ideias usando ferramentas de modelagem que ajudam você a examinar seus projetos no mais alto nível de detalhes possível. Desde análises da luz natural até análises de fluxos de ar, nossa suíte de Building Information Modeling (BIM) abre as portas para resultados de projeto mais inovadores e eficientes.


Pronto para começar a usar a reutilização adaptativa?

Compartilhe suas informações de contato, e um especialista em tecnologia da Autodesk entrará em contato com você para discutir sua tecnologia atual e como podemos ajudar a apoiar seus projetos de reutilização adaptativa, reforma e modernização.

 

Envie este formulário para solicitar um telefonema. Alguém entrará em contato com você em breve.

Perguntas frequentes

O que é a reutilização adaptativa de construções?

A reutilização adaptativa de construções refere-se à prática de reaproveitar estruturas existentes para um uso diferente daquele originalmente pretendido. Em vez de demolir construções antigas, a reutilização adaptativa busca preservar seu valor histórico e arquitetônico, ao mesmo tempo que lhes dá um novo retorno de vida. Essa abordagem ajuda a conservar recursos, reduzir desperdícios e revitalizar áreas urbanas. Entre os exemplos de reutilização adaptativa estão a conversão de fábricas antigas em lofts residenciais, a transformação de armazéns em escritórios ou o reaproveitamento de igrejas em centros comunitários. Ela permite a preservação do patrimônio cultural e a integração de princípios de projetos sustentáveis no ambiente construído. No entanto, é importante observar que normas e diretrizes específicas podem variar dependendo das leis e dos códigos de construção locais.

Por que a reutilização adaptativa é importante?

A reutilização adaptativa é importante por diversos motivos:

  • Preservação histórica: a reutilização adaptativa permite a preservação de construções históricas e arquitetonicamente significativas, garantindo que elas não sejam perdidas e deixadas para demolição. Ajuda a manter um senso de identidade e patrimônio cultural nas comunidades.
  • Sustentabilidade: reutilizar construções existentes reduz a necessidade de novas construções, o que, por sua vez, reduz o consumo de recursos, energia e materiais. Ajuda a minimizar os desperdícios e o impacto ambiental associado à demolição de estruturas antigas e à construção de novas.
  • Benefícios econômicos: a reutilização adaptativa pode contribuir para a revitalização de áreas urbanas ao atrair empresas, moradores e turistas. Pode criar oportunidades de emprego, aumentar o valor das propriedades e estimular as economias locais.
  • Engajamento da comunidade: construções reaproveitadas podem se tornar centros comunitários, promovendo a interação social e proporcionando espaços para diversas atividades, como artes, cultura, educação e recreação. Isso fortalece os laços da comunidade e melhora a qualidade de vida dos moradores.
  • Inovação de projeto: a reutilização adaptativa desafia arquitetos e projetistas a pensar criativamente, encontrando maneiras inovadoras de transformar as estruturas existentes em espaços funcionais e esteticamente agradáveis. Isso pode levar a soluções arquitetônicas únicas e inspiradoras.

 

Em geral, a reutilização adaptativa equilibra a preservação do passado com as necessidades do presente, promovendo a sustentabilidade, o patrimônio cultural, o desenvolvimento econômico, o bem-estar da comunidade e um senso de localidade.

O que é a modernização de uma construção?

A modernização de uma construção refere-se ao processo de fazer modificações ou melhorias em uma estrutura existente para aprimorar seu desempenho, funcionalidade e sustentabilidade. Ela envolve a atualização de vários sistemas, componentes ou características do edifício para atender aos padrões atuais, melhorar a eficiência energética, reforçar a segurança ou acomodar novas tecnologias ou usos.

  • A modernização pode envolver uma variedade de ações, como:
  • Modernizações de eficiência energética: adição de isolamento, modernização de janelas, melhorias em sistemas de AVAC e instalação de iluminação com eficiência energética para reduzir o consumo de energia e os custos de serviços públicos.
  • Melhorias estruturais: fortalecimento da estrutura da construção para melhorar sua resiliência contra terremotos, enchentes ou outros perigos.
  • Melhorias na acessibilidade: modificar a construção para torná-la mais acessível para pessoas com deficiência, como instalar rampas, elevadores ou portas mais largas.
  • Reforços de segurança: modernização de sistemas de alarme de incêndio, sistemas de pulverizador ou saídas de emergência para melhorar a segurança dos ocupantes.
  • Integração inteligente com tecnologias: incorporação de sistemas de prédios inteligentes, automação e sensores para otimizar o uso de energia, reforçar a segurança ou melhorar o conforto dos ocupantes.

A modernização permite que construções existentes atendam a códigos, padrões e necessidades do usuário atuais sem a necessidade de uma reconstrução completa. Ela é capaz de aumentar a expectativa de vida das construções, reduzir o impacto ambiental e melhorar a qualidade e a funcionalidade gerais do ambiente construído.

Qual é a diferença entre uma reforma e uma remodelação

Embora os termos "reforma" e "remodelação" sejam frequentemente utilizados um no lugar do outro, há uma distinção entre os dois:

Reforma: normalmente refere-se a fazer melhorias ou atualizações em um espaço existente sem alterar significativamente sua estrutura ou layout. Ela envolve a restauração ou o reparo dos elementos de uma construção para trazê-la de volta a uma boa condição ou para atualizar sua estética. As reformas podem incluir atividades como pintura de paredes, troca de pisos, modernização de equipamentos ou atualização de eletrodomésticos. O foco de uma reforma geralmente está em mudanças estéticas e melhorias funcionais, e não em grandes modificações.

Remodelagem: a remodelagem, por outro lado, envolve alterações mais extensas na estrutura, no layout ou no projeto de um espaço. Em geral, ela envolve alterar a planta baixa existente, reorganizar paredes, adicionar ou remover ambientes ou fazer alterações significativas na estrutura da construção. Os projetos de remodelagem podem incluir reformas de cozinha ou banheiro que envolvem a troca de armários, bancadas e acessórios ou a conversão de um porão em uma sala de estar. O objetivo de uma remodelagem é transformar o espaço, muitas vezes para melhor atender às preferências do proprietário ou acomodar novas funcionalidades.

Em resumo, a reforma normalmente envolve fazer atualizações estéticas ou funcionais em um espaço existente, enquanto a remodelagem envolve modificações mais substanciais na estrutura ou no layout de um espaço, para criar um novo projeto ou acomodar diferentes necessidades.

Quais produtos da Autodesk são usados para reutilização adaptativa?

A Autodesk oferece vários produtos de software que podem ser usados para diversos aspectos de projetos de reutilização adaptativa. Os seguintes produtos da Autodesk são normalmente usados no setor de Arquitetura, Engenharia e Construção (AEC) e podem ser aplicados a projetos de reutilização adaptativa:

  • Autodesk Revit: o Revit é um software de Building Information Modeling (BIM) que permite a arquitetos, engenheiros e profissionais de construção criar, projetar e documentar projetos de construção. Ele pode ser usado para modelar e analisar estruturas existentes, desenvolver novos projetos e coordenar com outras disciplinas.Ao coletar dados (em BIM), a equipe de projeto consegue compreender melhor um projeto, aprimorar e capacitar a colaboração da equipe, envolver-se em um processo de design integrado e analisar dados para direcionar decisões de sustentabilidade.
  • Autodesk AutoCAD: o AutoCAD é um software de CAD (projeto assistido por computador) amplamente usado com o qual projetistas profissionais podem criar desenhos 2D e 3D. Ele pode ser usado para desenhar, detalhar e documentar construções existentes, bem como para gerar novos projetos. O AutoCAD é um software de CAD (projeto assistido por computador) que conquistou a confiança de milhões de usuários. Os profissionais de AEC podem obter informações e automações valiosas em fluxos de trabalho de projeto 2D e 3D que economizam tempo ao trabalhar com arquivos DWG™ novos e existentes para projetos de reutilização adaptativa, usando os mais recentes recursos de aprendizado de máquina para incorporar rapidamente o feedback dos colaboradores com os recursos Importação de Revisões e Assistente de Marcas de Revisão, colocar e substituir elementos usando Blocos Inteligentes e acessar conjuntos de ferramentas especializados do setor, incluindo o conjunto de ferramentas AutoCAD Architectural. (Link para o conjunto de ferramentas Architectural: https://www.autodesk.com/ca-en/products/autocad/included-toolsets/autocad-architecture)
  • Autodesk Recap: o Recap é um software de captura da realidade que permite a criação de modelos 3D a partir de digitalizações a laser, fotografias ou dados de nuvens de pontos. Ele pode ser usado para capturar e analisar condições de construção existentes, ajudando nas fases de avaliação e planejamento de projetos de reutilização adaptativa.
  • Autodesk Navisworks: o Navisworks é um software de revisão de projeto que permite a coordenação e a visualização de modelos 3D de várias disciplinas de projeto. Ele pode ajudar na detecção de interferências, bem como na coordenação e visualização de elementos de construção existentes e propostos durante o processo de reutilização adaptativa.
  • BIM Collaborate Pro: o BIM Collaborate Pro é uma plataforma de colaboração baseada na nuvem que facilita a comunicação e a coordenação entre os envolvidos em um projeto. Ele pode ser usado para compartilhar informações do projeto, acompanhar o andamento e gerenciar documentos em tempo real, o que o torna útil para projetos colaborativos de reutilização adaptativa, mantendo os membros da equipe e os envolvidos informados com as informações certas e no momento certo.
  • Autodesk Forma: o Autodesk Forma é um software baseado na nuvem para o planejamento e o projeto de canteiros de obras nos estágios iniciais. Descubra o potencial do seu canteiro de obras e seus arredores em tempo real com análises baseadas em IA para fatores-chave, como energia solar, energia eólica, energia operacional, potencial de luz natural, ruído, microclima e muito mais.

Esses produtos da Autodesk, juntamente com outros em seus portfólios de software, podem ser usados em diferentes estágios de um projeto de reutilização adaptativa, desde a avaliação e o planejamento iniciais até o projeto, a documentação e a colaboração.

Por que projetos de reutilização adaptativa, reforma ou modernização são sustentáveis?

Há um movimento no sentido de reconstruir cidades de maneira sustentável, saudável, inclusiva e culturalmente significativa. A reforma representa uma evolução e reinvenção de bairros, bem como um passo em direção ao desenvolvimento sustentável, no qual construções existentes são reaproveitados.

Como os projetos de reforma possibilitam menos dependência das cadeias de suprimentos globais e permitem que um projeto compre materiais localmente, os projetos de modernização e reutilização adaptativa contribuem para o investimento da comunidade, resultando em menos impacto no planeta. Isso significa menos carbono sequestrado. A renovação de construções existentes reduz o carbono incorporado (carbono emitido durante a nova construção pelos processos de fabricação, transporte e montagem de materiais).

Qual é a perspectiva da Autodesk sobre o uso da Inteligência Artificial (IA) para projetos de arquitetura sustentável?

A Autodesk tem investido consistentemente em inteligência artificial, pois reconhecemos o poder transformador da IA para os setores a que atendemos. Essa tecnologia já está ajudando nossos clientes em todos os três mercados verticais a obter mais com menos. A Autodesk está comprometida com pesquisas contínuas em IA e colaborou com o MIT para tornar públicos os conjuntos de dados da Galeria do Fusion 360, o que permitirá que outros também inovem. Estamos comprometidos em atender às necessidades dos nossos clientes, sempre com segurança. Faremos isso respeitando os produtos de trabalho de propriedade dos nossos clientes, os dados de propriedade dos nossos clientes e, é claro, as regulamentações governamentais.

Veja as perguntas mais frequentes